Pesquisar
,

Governo Alckmin proíbe manifestações na avenida Paulista no domingo

O anúncio é feito após mais uma manifestação contra o impeachment e contra o governo Temer ter sido violentamente reprimida na capital paulista.
por Pedro Marin / Revista Opera
(Foto: Pedro Marin / Revista Opera)

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) divulgou, na tarde desta quinta-feira (1), uma nota na qual proíbe a realização de manifestações na avenida Paulista no próximo domingo (4).

De acordo com a Secretaria, o motivo da proibição é a passagem da tocha paraolímpica na avenida. “Por fim, a secretaria alerta que, no domingo, não será permitida a realização de atos na Avenida Paulista, pois toda a extensão da avenida estará reservada para o evento de passagem da tocha paraolímpica, que integra a cerimônia oficial dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016”, diz a nota.

O anúncio é feito após mais uma manifestação contra o impeachment e contra o governo Temer ter sido violentamente reprimida na capital paulista. Ao menos sete pessoas ficaram feridas, uma garota perdeu a visão de um olho e dois fotógrafos foram detidos na noite de ontem (31), após a PM reprimir os manifestantes violentamente, com bombas de gás lacrimogênio e efeito moral.

Para o domingo, a Frente Povo Sem Medo e a Frente Brasil Popular haviam convocado um ato, na avenida Paulista, contra o governo Temer.

Confira a íntegra da nota da SSP:

Diante da ocorrência de protestos violentos, com atos de vandalismo, ocorridos ontem, a Secretaria de Segurança Pública reuniu nesta quinta-feira, 1 de setembro,  os comandos das Polícias Civil e Militar e vem a público reafirmar que respeita o direito de manifestação e está empenhada em garantir a segurança dos manifestantes.

Ressalta ainda que, conforme determina a Constituição, é obrigatória a comunicação de hora, local e trajeto em que se realizarão os atos públicos. Para que sejam preservados os direitos das pessoas que não participam das manifestações e garantida a ordem pública, será evitado o fechamento das vias importantes da cidade. A SSP informa ainda que até o momento não recebeu qualquer comunicado oficial de movimentos organizados dando ciência da realização de manifestações públicas nos próximos dias.

Por fim, a secretaria alerta que, no domingo, não será permitida a realização de atos na Avenida Paulista, pois toda a extensão da avenida estará reservada para o evento de passagem da tocha paraolímpica, que integra a cerimônia oficial dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Continue lendo

paraisopolis
Massacre de Paraisópolis: "cada dia de espera é mais um dia de sofrimento", diz antropóloga
forcas armadas
As Forças Armadas contra o Brasil negro [parte 1]
ditadura
Reabertura de comissão sobre mortos e desaparecidos da ditadura e luta contra o golpismo ganham força em ato no RJ

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel