Pesquisar
,

México: EZLN disputará eleições em 2018

O comunicado denuncia também o crescimento da repressão contra os indígenas no México e lembra que a luta das organizações “não é poder poder.”
por Pedro Marin | Revista Opera
(Foto: Lucha / Wikipedia Commons (GDFL/CC))

O Conselho Nacional Indígena (CNI) e o Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN) do México divulgaram no último sábado que disputarão, com uma candidata indígena, a presidência do México nas eleições de 2018.

“Nos declaramos em assembleia permanente e consultaremos em cada uma das regiões, territórios e campos, o acordo deste quinto Conselho Nacional Indígena para nomear um conselho indígena de governo cuja palavra será materializada por uma mulher indígena, delegada do CNI, como candidata independente que dispute em nome do Conselho Nacional Indígena e do Exército Zapatista de Libertação Nacional no processo eleitoral de 2018 para a presidência deste país”, diz um trecho do comunicado divulgado ao final do Congresso realizado em Chiapas. “É o tempo da dignidade rebelde, de construir uma nova nação por e para todas e todos, de fortalecer o poder de baixo e a esquerda anticapitalista.”

O comunicado denuncia também o crescimento da repressão contra os indígenas no país, que inclui despejos por parte de grandes companhias mineradoras, empresários e projetos do governo, e lembra que a luta das organizações “não é por poder”, mas que elas “farão um chamado a todos os povos originários e a sociedade civil a se organizar para deter essa destruição”.

 

Continue lendo

internacional
Qual é a eficácia dos empréstimos e da assistência internacional?
guerra
Vijay Prashad: a guerra dilacera o coração da humanidade
europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel