Pesquisar
,

John Kerry diz que EUA e Rússia estão trabalhando em novo acordo para Síria

A declaração ocorre em meio a um avanço das tropas do governo da Síria em Aleppo, que agora controlam 70% do território previamente dominado por rebeldes.
por Pedro Marin | Revista Opera
John Kerry durante visita ao Presidente russo Vladimir Putin. (Foto: Kremlin)

O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarou nesta quinta-feira (8) que os EUA e a Rússia estão trabalhando em um novo acordo para a guerra na Síria, após o avanço de tropas do governo sírio sobre a cidade de Aleppo, no que é considerado o mais importante triunfo do exército sírio desde o ínicio do conflito, há cinco anos atrás.

A declaração ocorre após Kerry e o Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, terem chegado a um acordo sobre a retirada de rebeldes e jihadistas de Aleppo, no último dia 2 de dezembro. O acordo, no entanto, colapsou dois dias depois de ter sido firmado, após funcionários de alto-escalão de Washington o recusarem.

O ocorrido motivou críticas por do representante russo, que disse que a impressão inicial da Rússia era de que os EUA planejavam “conseguir tempo para os militantes, permitindo que retomassem o fogo e se reequipassem.” Ainda assim, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse nesta quinta-feira que a Rússia é a favor de prosseguir com as conversas com os EUA, mas ressaltou que, “como antes, há mais perguntas do que respostas.”

A Rússia e o governo Sírio buscam um acordo que possibilite a saída dos militantes da cidade ou a sua rendição. Os EUA, por sua vez, querem o estabelecimento de um cessar-fogo após os avanços das tropas sírias, que ontem capturaram mais quinze bairros da cidade, incluindo o Centro Histórico, e evacuaram 1200 residentes, controlando agora 70% do território previamente dominado por rebeldes.

Continue lendo

balikatan china
Vijay Prashad: os Estados Unidos reúnem o esquadrão contra a China
milei
O realismo mata a ideologia: a rendição do governo Milei à China
carros eletricos
EUA-China: o problema com os carros elétricos

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel