Pesquisar
,

Embaixador russo na Turquia morre após ataque, diz Kremlin

O ataque ocorreu durante a abertura de uma exposição de fotografia. Outras pessoas foram feridas, mas um número oficial não foi divulgado.
por Pedro Marin | Revista Opera*

O Ministério de Relações Exteriores confirmou, na tarde desta segunda-feira (19), que o embaixador russo na Turquia, Andrey Karlov, faleceu após ter sido baleado durante um ataque em Ankara.

“Uma pessoa desconhecida abriu fogo durante um evento público em Ankara. Como resultado, o embaixador russo na Turquia foi baleado”, disse a porta-voz do Ministério de Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.

O ataque ocorreu durante a abertura da exposição de fotografia “Russos vistos por Turcos”. Outras pessoas foram feridas, mas um número oficial ainda não foi divulgado.

De acordo com um fotógrafo da agência de notícias AP, o responsável pelo ataque, que estava usando um terno e uma gravata, gritou “Allahu Akbar” (Alá é grande) durante o ataque, e posteriormente disse várias palavras em russo.

O ataque ocorre um dia após a realização de manifestações na Turquia contra o envolvimento russo na guerra da Síria.

Atualização às 15:35: Um vídeo do momento do ataque foi divulgado. As imagens podem ser desconcertantes para alguns leitores.

*Com informações da RT

Continue lendo

europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa
balikatan china
Vijay Prashad: os Estados Unidos reúnem o esquadrão contra a China
milei
O realismo mata a ideologia: a rendição do governo Milei à China

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel