Pesquisar
,

Após crítica de Trump, Ford cancela investimento de US$ 1,6 bi no México

Durante a campanha, Trump prometeu punir empresas que instalam projetos em outros países, em vez de ficar nos Estados Unidos.
por José Romildo – Correspondente da Agência Brasil
(Foto: Gage Skidmore)

As promessas de campanha do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, estão interferindo nos negócios de empresas norte-americanas. Durante a campanha, Trump prometeu punir empresas que instalam projetos em outros países, em vez de ficar nos Estados Unidos.

Agora, faltando duas semanas para a posse do novo presidente dos EUA, a Ford anunciou que desistiu de construir uma nova fábrica no México, no valor de US$ 1,6 bilhão de dólares. Em vez disso, a Ford investirá US$ 700 milhões em uma fábrica em Michigan, nos Estados Unidos, para construir novos veículos elétricos e autônomos.

Trump também ameaçou nesta terça-feira (3) aplicar impostos sobre a General Motors, caso essa empresa continue a montar o modelo Chevy Cruze no México e enviá-lo para os Estados Unidos livre de tributos.

México

A ameaça de Trump sobre as montadoras Ford e General Motors está preocupando os estudiosos sobre liberdade empresarial e regulamentação de mercado. Muitos acreditam que as críticas feitas pelo presidente eleito ao México e também à China, durante a campanha, terão influência sobre os hábitos de consumo norte-americano.

Eles acreditam que as empresas de automóveis escolheram o México por causa da competitividade de preço do mercado mexicano em comparação ao mercado norte-americano. Agora, uma mudança de planos sobre o local da montagem de carros da Ford (e possivelmente da General Motors) terá impacto sobre o preço final dos produtos.

As montadoras, porém, não fazem declaração pública sobre os preços. Por enquanto, apenas elogiam Donald Trump, que tomará posse no dia 20 de janeiro. “Estamos animados pelos planos pró-crescimento que o presidente eleito Trump e o novo Congresso indicam que irão prosseguir”, disse ontem (3) Mark Fields, presidente-executivo da Ford.

Continue lendo

internacional
Qual é a eficácia dos empréstimos e da assistência internacional?
guerra
Vijay Prashad: a guerra dilacera o coração da humanidade
europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel