Pesquisar
,

Argentina: Polícia reprime ocupação de trabalhadores em fábrica da PepsiCo

A ocupação da fábrica, que se iniciou há quase três semanas, foi feita contra a decisão da PepsiCo de demitir cerca de 600 trabalhadores.
por Pedro Marin | Revista Opera*
(Foto: Agencia Resistir Y Luchar)

A polícia de Buenos Aires reprimiu nesta quinta-feira (13) dezenas de trabalhadores e manifestantes que ocupavam uma fábrica da multinacional norte-americana PepsiCo, no bairro de Vicente López.

A ocupação da fábrica, que se iniciou há quase três semanas, foi feita contra a decisão da empresa, anunciada no dia 20 de junho, de demitir cerca de 600 trabalhadores, em um processo de transferência da fábrica para a cidade de Mar del Plata.

“A única coisa que queremos é trabalhar. Não queremos que nos peguem. Há companheiras que foram pegas e estão feridas. Somos mulheres e estamos pedindo pelo nosso trabalho”, disse uma trabalhadora ao Página12.

Os trabalhadores tentaram resistir às tropas da polícia com barricadas, mas por volta das 10 horas da manhã (horário local) o efetivo da polícia conseguiu entrar no prédio. “Entraram quebrando vidros, portas e janelas, com cassetetes e gás lacrimogênio. Nos ameaçaram”, declarou Camilo Mones, um dos representantes dos trabalhadores. “Lutamos até o final. Nos tiraram, mas a luta vai seguir. Isso não termina aqui”, completou.

*Com informações de Página12 e El País

Continue lendo

guerra
Vijay Prashad: a guerra dilacera o coração da humanidade
europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa
paraisopolis
Massacre de Paraisópolis: "cada dia de espera é mais um dia de sofrimento", diz antropóloga

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel