Pesquisar
,

Em evento da ONU, “fugitiva” norte-coreana implora retorno à Coreia do Norte

Kim Ryon-Huy acusa o governo sul-coreano de violar seus direitos humanos ao impedí-la de retornar para a sua família e filha, na Coreia do Norte.
por Pedro Marin | Revista Opera*
(Foto: Stephan)

Uma fugitiva norte-coreana interrompeu uma coletiva de imprensa da ONU em Seul na última quinta-feira (14) para pedir que fosse autorizada a voltar à República Popular Democrática da Coreia (RPDC).

A costureira Kim Ryon-Hui, que chegou à Coreia do Sul há sete anos, fez diversas tentativas no sentido retornar ao norte da península. “Eu fui detida forçosamente no Sul por sete anos”, disse Kim, que acusou o governo sul-coreano de violar seus direitos humanos ao impedí-la de retornar para a sua família e filha, no norte. “A mãe é alguém que não pode estar separada de sua filha por sequer um momento; sete anos doem muito”, declarou, dizendo que já tentou se suicidar.

[button color=”” size=”” type=”square” target=”_blank” link=”http://revistaopera.operamundi.uol.com.br/2017/12/06/o-soldado-fugitivo-norte-coreano-a-midia-como-instrumento-da-guerra/”]Leia também: O soldado fugitivo norte-coreano e a mídia como instrumento da guerra[/button]

A maior parte dos norte-coreanos que fogem ao sul recebem um passaporte sul-coreano em até seis meses, mas este não foi o caso de Ryon-Hui, que disse que os serviços de inteligência do sul justificaram a decisão dizendo que ela “poderia escapar para o Norte.” Os sul coreanos precisam de permissões especiais de seu governo para viajar para o país vizinho.

*Com informações do The Telegraph

Continue lendo

internacional
Qual é a eficácia dos empréstimos e da assistência internacional?
guerra
Vijay Prashad: a guerra dilacera o coração da humanidade
europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel