Pesquisar
, ,

Austeridade não é ideologia, é política de extermínio

IBGE revela que em um ano 1,2 milhões de domicílios trocaram o fogão a gás pela lenha e que número de pessoas vivendo de favor cresceu 7%.
por Pedro Marin | Revista Opera
(Foto: Mateus Hidalgo)

Na quinta-feira (26) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a pesquisa Características Gerais de Domicílios e dos Moradores 2017 (PNAD-C).

A pesquisa revela que em um ano, de 2016 a 2017, 1,2 milhões de domicílios trocaram o gás pela lenha e o carvão. Se considerarmos uma média de 3 pessoas por domicílio, são 3,6 milhões de pessoas que, em um ano, trocaram o fogão a gás, invenção de James Sharp em 1826, pelo método descoberto no Neolítico, há mais ou menos 5 mil anos. Em 2017, o preço do gás de cozinha subiu 16% para o consumidor (e 67,8% nas refinarias); é o período em que retrocedemos cinco mil anos. No total, 12,3 milhões de casas ainda usam a lenha ou o carvão para cozinhar.

Mas esse não é o único efeito da crise apontada pela PNAD. De acordo com a pesquisa, 6,07 milhões de domicílios estavam cedidos a parentes ou amigos no País; uma alta de 7% em um ano. Apliquemos de novo a média de três pessoas: 1,26 milhões brasileiros passaram a viver de favor em um ano; 18 milhões vivem atualmente.

Insisto: defender a austeridade não é questão de “posição” ou “ideologia”, é política de extermínio.

Continue lendo

europa
A crise de moradia alimenta a ascensão da extrema-direita na Europa
paraisopolis
Massacre de Paraisópolis: "cada dia de espera é mais um dia de sofrimento", diz antropóloga
Neuralink
De Los Alamos à Neuralink: a humanidade deve resistir à sua incessante reconstituição apocalíptica

Leia também

palestina_al_aqsa
Guerra e religião: a influência das profecias judaicas e islâmicas no conflito Israel-Palestina
rsz_jones-manoel
Jones Manoel: “é um absurdo falar de política sem falar de violência”
Palmares
A República de Palmares e a disputa pelos rumos da nacionalidade brasileira
Acampamento de manifestantes pedem intervenção militar
Mourão, o Partido Fardado e o novo totem [parte I]
pera-9
A música dos Panteras Negras
illmatic
‘Illmatic’, guetos urbanos e a Nova York compartimentada
democracia inabalada
Na ‘democracia inabalada’ todos temem os generais
golpe bolsonaro militares
O golpe não marchou por covardia dos golpistas
colono israel
Os escudos humanos de Israel